Oração

Oração
Lectio Divina

sábado, 6 de junho de 2015

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Procedimentos de Jesus Cristo Ressuscitado durante a ressurreição e a ascenção.


Dos Sermões de São Leão Magno (Séc. V) Os dias entre a ressurreição e a ascensão do Senhor Caríssimos filhos, os dias entre a ressurreição e a ascensão do Senhor não foram passados na ociosidade. Pelo contrário, neles se confirmaram grandes sacramentos, grandes mistérios foram neles revelados. No decurso destes dias foi afastado o medo da morte cruel e proclamada a imortalidade não apenas da alma mas também do corpo. Nestes dias, mediante o sopro do Senhor, todos os apóstolos receberam o Espírito Santo; nestes dias foi confiado ao apóstolo Pedro, mais que a todos os outros, o cuidado do rebanho do Senhor, depois de ter recebido as chaves do reino. Durante esses dias, o Senhor juntou-se, como um terceiro companheiro, a dois discípulos em viagem, e para dissipar as sombras de nossas dúvidas repreendeu a lentidão de espírito desses homens cheios de medo e pavor. Seus corações, por ele iluminados, receberam a chama da fé; e à medida que o Senhor ia lhes explicando as Escrituras, foram se convertendo de indecisos que eram em ardorosos. E mais: ao partir o pão, quando estavam sentados com ele à mesa, abriram-se-lhes os olhos. Abriram-se os olhos dos dois discípulos, como os dos nossos primeiros pais. Mas quão mais felizes foram os olhos dos dois discípulos ante a glorificação da própria natureza, manifestada em Cristo, do que os olhos de nossos primeiros pais ante a vergonha da própria prevaricação! Durante todo esse tempo, caríssimos filhos, passado entre a ressurreição e a ascensão do Senhor, a providência de Deus esforçou-se por ensinar e insinuar não apenas aos olhos mas também aos corações dos seus que a ressurreição do Senhor Jesus Cristo era tão real como o seu nascimento, paixão e morte. Os santos apóstolos e todos os discípulos ficaram muito perturbados com a tragédia da cruz e hesitavam em acreditar na ressurreição. De tal modo eles foram fortalecidos pela evidência da verdade que, quando o Senhor subiu aos céus, não experimentaram tristeza alguma, mas, pelo contrário, encheram-se de grande alegria. Na verdade, era grande e indizível o motivo de sua alegria: diante daquela santa multidão, contemplavam a natureza humana que subia a uma dignidade superior à de todas as criaturas celestes, ultrapassando até mesmo as hierarquias dos anjos e a altura sublime dos arcanjos. Deste modo, foi recebida junto do eterno Pai, que a associou ao trono de sua glória, depois de tê-la unido na pessoa do Filho à sua própria natureza divina.

domingo, 19 de outubro de 2014

COMPARAÇÃO A POLÍTICA PÚBLICA DE SAÚDE AMERICANA E A BRASILEIRA.


COMPARAÇÃO A POLÍTICA PÚBLICA DE SAÚDE AMERICANA E A BRASILEIRA. Para esta tarefa da disciplina Políticas Públicas assisti ao documentário da Sicko, onde relata o drama das pessoas nos Estados Unidos que não possuem um plano de saúde e como é organizado o sistema de saúde neste país. Apesar de possuir hospitais públicos, o controle da maior parte dos serviços de saúde fica nas mãos das empresas que oferecem planos de saúde e farmacêuticas. Observo no vídeo que pessoas que pagam o plano de saúde passam por muita burocracia para aprovação de seus exames, tratamentos médicos, cirurgias, medicamentos. Os serviços de saúde são realizados por seguradoras que não cobrem serviços médicos e hospitalares apesar de seus lucros serem exorbitantes. O filme mostra pessoas fazendo suturas em cortes no pé sem anestésicos e material descartável, crianças que necessitam de aparelhos auditivos e seus pais esperam por autorização da cirurgia. Profissionais que são mutilados em seus serviços e são obrigados a escolher qual parte do corpo que deve ser recomposta, pois não tem todo o dinheiro para pagar o implante. Uma solução encontrada por cidadãos americanos é de irem para outros países para obterem o tratamento médico e serem curadas de seus males. O modelo de saúde dos Estados Unidos é totalmente contrário às inspirações de democracia, de valor e dignidade do ser humano. Do jeito que prossegue os planos de saúde nos Estados Unidos temos uma focalização dos procedimentos médicos subordinados ao conselho gestor do plano de saúde, sendo que deve ser o contrário, quem deve decidir sobre a saúde determinada pessoa é o próprio médico. Ele é que deve decidir sobre o que vai fazer para conseguir a saúde plena do seu paciente. No Brasil existe o SUS – Sistema Único de Saúde que já teve vários nomes, mas permanecia sempre a mesma coisa como INPS, INAMPS, INSS, hoje SUS, este passou por modernização do seu atendimento ao público. O SUS é um sistema de saúde pública que em comparação com outros países é o que muitos brasileiros que não tem plano de saúde têm para se socorrer nos momentos de doenças graves, acidente de trabalho, automobilísticos, consultas medica exames, cirurgias, tratamento, medicação e outros. O SUS tem origem na década de oitenta, fruto da reivindicação social da sociedade civil através de movimentos pela reforma sanitária, sendo institucionalizado quando da promulgação da Constituição Nacional de 1988. É possível dizer que o SUS tem como objetivo integrar e coordenar as ações de saúde nas três esferas do governo. O artigo 4° da Lei 8.080/90 afirma que: O conjunto de ações e serviços de saúde, prestados por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais, da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público, constitui o Sistema Único de Saúde – SUS. Em sua concepção, é importante apontar que o SUS são se trata de um sistema de serviços assistencialistas, mas que visa “articular e coordenar ações promocionais e de prevenção, como as de cura e reabilitação”. QUAL É A MELHOR? Certamente a Política de Saúde do Brasil é a melhor, pois, todos os brasileiros e brasileiras, desde o nascimento, têm direito aos serviços de saúde gratuitos. O SUS – Sistema Único de Saúde – é a rede que reúne postos de saúde, ambulatórios, hospitais, laboratórios, enfim, todos os estabelecimentos públicos de saúde responsáveis por garantir o direito dos cidadãos a consultas, exames, internações e tratamentos. Os serviços prestados pelo SUS são destinados a todos os cidadãos e são financiados com recursos arrecadados por meio de impostos e contribuições pagos pela população. Diferentemente do que acontece com planos de saúde dos Estados Unidos que são administrados por seguradoras comerciais, no SUS todos têm direito aos serviços que são gratuitos e oferecidos de maneira integral (sem restrições, carência, etc.). O atendimento oferecido deve ser igual para todos, sem discriminação, independentemente de contribuição ou trabalho com carteira assinada. NO CASO BRASILEIRO, O QUE PODERIA SER MELHORADO ATRAVÉS DE NOVAS POLÍTICAS PÚBLICAS? Faz-se necessário uma readequação do direcionamento dos gastos com os tratamentos e cirurgias. Por exemplo, atualmente os médicos preferem realizar a cesariana do que acompanhar a gestante para a realização de um parto normal.com isso encarece o custo de todo o sistema de saúde e quem paga é o contribuinte. Este gasto poderia ser encaminhado para outras áreas como cirurgias e tratamentos. As próprias faculdades de Medicina estão revendo este posicionamento médico e incentivando a criação de equipes para o pré-natal e outra equipe que faça plantão para a concretização do parto. Assista o filme SICKO – S.O.S Saúde disponível no link: http://www.youtube.com/watch?v=VoBleMNAwUg

Estudo da política da transferência de renda com condicionalidades


2 – Usando a internet, faça um estudo da política da transferência de renda com condicionalidades – Bolsa Família e identifique 3 issues Na transferência de renda via de regra as diversas esferas do governo cooperam. Na Bolsa Família, por exemplo, há uma previsão de divisão de tarefas com a abertura para diversas por parte dos estados e complementações municípios. O governo Federal se reserva a prerrogativa de elaborar as diretrizes gerais do programa e efetua o pagamento aos beneficiários. A gestão do programa foi instituída pela Lei 10836/2004 e regulamentado pelo Decreto nº5209/2004. É descentralizada e compartilhada entre a União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Issues: a- Desde os anos 80 há debate sobre prover assistência às famílias pobres e miseráveis. b- A concessão era feita por entrega de cestas básicas e houve denúncias de corrupção devida a centralização das compras em Brasília; c- Desvio de mercadorias por falta de controle logístico. d- O Programa Bolsa Família começou com a unificação dos benefícios mas não com a infraestrutura e mecanismos para fiscalização das contrapartidas. 3. Procure observar a implementação de uma política com a qual você tem contato frequente. Verifique se todas as condições de êxito da implementação estão presentes. Falta alguma? Qual? Isto tem algum tipo de consequência sobre o resultado da política? Descreva. Política Pública: Programa Habitacional em São José dos Campos-SP A - O sorteio organizado pela Secretaria de Habitação do município; B - 448 moradias construídas por meio de programa em parceria com o governo federal; C - moradias voltadas para atender a população que ganha até R$ 1.600,00; D - No último sorteio do programa, ocorrido em junho, a Prefeitura contemplou 672 famílias, sendo 264 residentes em área de risco, 20 de idosos, 20 de deficientes e outras 368 sorteadas para atender a demanda geral. As obras já estão em fase final, com previsão de entrega no início do ano que vem. Critérios Embora todos os cadastrados tenham chance de serem contemplados, um critério de prioridade por pontuação garante o atendimento preferencial a quem aguarda há mais tempo e tem mais necessidade. São seis pontos possíveis, conforme as seguintes condições: - 1 ponto para família residente em São José dos Campos há mais de 10 anos; - 1 ponto para família inscrita no programa habitacional do Município há mais de 4 anos; - 1 ponto para família de que faça parte ao menos uma pessoa menor de 13 anos; - 1 ponto para família com mulheres responsáveis pela unidade familiar; - 1 ponto para família de que façam parte pessoa com deficiência; - 1 ponto para família residente em área de risco ou insalubres ou que tenha sido desabrigada. Dificuldades na implementação A - Fila da casa própria chega a 14 mil - Mesmo com a contratação de 5.600 moradias em quase dois anos de governo municipal, a prefeitura ainda tem pela frente uma fila de espera de 14 mil pessoas. B - A lista de moradores de São José dos Campos que aguardam uma casa própria por meio do programa habitacional da prefeitura conta com 18.914 inscritos e pelo menos 500 famílias cadastradas desde 1999, quando começou a fila da habitação. C - Pelos critérios de classificação do programa, definidos em junho de 1999 por decreto municipal, o tempo de espera na fila é o que recebe menor pontuação. São apenas dois pontos para quem está há mais de 10 anos no cadastro e um ponto, entre cinco e 10 anos. D - Dos critérios com maior pontuação são tempo de residência na cidade (até sete pontos), renda familiar (até oito pontos) e número de dependentes legais (quatro pontos para cada um). Além disso, a lei obriga a família cadastrada a atualizar os dados a cada três anos, sob pena de ser desabilitada do programa habitacional, embora permaneça vinculada à fila. E - Ao fazer a atualização dos dados, o cadastro é habilitado automaticamente, mas a família pode perder lugar na fila da casa própria. “Muita gente esquece de fazer o recadastramento e acaba desabilitada, mesmo achando que pode receber a casa a qualquer momento”, 4 – Compare os modelos top-down e botton-up de implementação de políticas e faça uma lista de característica de cada um deles. Top –down e bottom-up são estratégias de processamento de informação e conhecimento ordenação, a maioria envolvendo software, mas também humanística e outras teorias científicas. Na prática eles podem ser vistos como um estilo de pensar e de ensino. Top-down significa de cima para baixo (em inglês) e botton-up debaixo para cima. Características: O modelo top-down, de cima para baixo, também conhecido como abordagem analítica, porque segue o modelo hierárquico clássico da pirâmide organizacional, portanto, é um modelo que aliena os trabalhadores do processo de conhecimento, nem mesmo lhes permitindo um adequado processamento de informações, relacionadas ao seu trabalho. Consiste em realizar previsões e /ou decompor em previsões para as diversas áreas, segundo sua representatividade histórica. Ao analisarem um determinado programa preocupou-se com o fato de que embora usualmente discutido, os problemas relacionados com implementação eram analisados. O modelo bottom-up, uma abordagem de baixo para cima é a “colcha de retalhos” do sistema para dar rumo a outros sistemas mais complexos. Tornando assim, a cada passo, os sistemas originais em subsistemas de um sistema final maior. É um tipo de processamento de informação baseado em dados de entrada, vindos do meio ao qual o sistema pertence para formar uma percepção. 5 – Sintetize as diferenças entre monitoramento e avaliação A avaliação contem duas dimensões. A primeira é técnica, e caracteriza-se por produzir ou coletar , segundo procedimentos reconhecidos, informações que poderão ser utilizadas nas decisões relativas a qualquer política, programa ou projeto. Esta dimensão diz respeito à pesquisa avaliativa, que representa um instrumento de avaliação. A segunda dimensão é valorativa, constituindo no exame das informações obtidas, à luz de critérios específicos , com a finalidade de extrair conclusões acerca de valores da política, do programa ou projeto. O monitoramento é o exame contínuo de processos, produtos, resultados e impactos das ações realizadas. 6. Por que é importante realizar o monitoramento de politicas , programas e projetos? Faça uma lista de cinco motivos pelos quais devemos efetuar o monitoramento. porque o monitoramento é o exame contínuo de processos , produtos ,resultados e impactos das ações realizadas. Otimizar a sua gestão: ou seja, obter mais eficácia, eficiência ; Possibilidade de interferir no curso da implementação de uma política, programa ou projeto, caso se perceba que a sua concepção não é adequada à solução do problema. É uma ferramenta de gestão interativa e proativa, que utiliza informações com as profundidade necessária para a sua finalidade. O monitoramento tem que incluir os procedimentos para a imediata apropriação dos achados produzidos e sua incorporação ao processo da gestão. O monitoramento se concentra em atividades, processos e produtos e tem como referencia o desenho da política, do programa ou projeto.